DISTRITO SÃO BENEDITO 50 ANOS – 50 FATOS E FOTOS

Neste domingo (30), o distrito de São Benedito que hoje é grande e forte, faz 50 anos de criação. Para homenagear, o portal Cidade Santa Luzia foi atrás de 50 fatos e fotos sobre o distrito, confira!

De: Exclusivo Cidade Santa Luzia Cidades

50 FATOS e FOTOS – DISTRITO SÃO BENEDITO

1 – São Benedito é um distrito do município de Santa Luzia, Minas Gerais.

2 – Criação do distrito: criado o distrito de São Benedito pela lei estadual nº 2764, de 30-12-1962.
3 – Tem 130.390 habitantes, de acordo com o Censo 2010, quase duas vezes mais que Santa Luzia.
4 – De acordo com os arquivos cartograficos do Plano Diretor de 2005 o Distrito de São Benedito tem cerca de 40 quilômetros quadrados.
5 – O bairro São Benedito, que dá o nome ao distrito foi o primeiro bairro a ser criado no distrito, em 1954.
Bairro São Benedito
6 – O segundo bairro a ser criado foi o bairro São Cosme, em 1955.
7 – Depois da implantação da Cidade Administrativa de Minas Gerais, nas proximidades do distrito, alguns imóveis valorizaram cerca de 2400%.
8 – A Avenida Brasília tem 6,5 quilômetros, do Portal até o bairro Monte Carlo, onde termina.
Feinha da Savassi, no Palmital
9 – Com o intuito de buscar renda, os moradores do Palmital, se organizaram e formaram na Praça Alexandre Finamore França (mais conhecida com Praça da Savassi) a “FEIRINHA DA SAVASSI” que funciona a mais de 25 anos, em um local estratégico do bairro, com várias barracas e inúmeros produtos como: artesanato, calçados, flores, bijuterias, vestuário, bordados, hortaliças oferecidas por pequenos produtores, consertos de eletros, e ainda apresentações de grupos de capoeira, dança e música, todos pertencentes a própria comunidade.
10 – A Feirinha da Savassi concentra todos os domingos em torno de 10.000 pessoas no horário de 07:00 ás 14:00h.
11 – O projeto de implantação do Conjunto Habitacional Cristina possuia cerca de 4 mil moradias, no Palmital a quantidade foi um pouco maior, cerca de 4.200 moradias.
Conjunto Cristina em 1981
 
12 – Considerando em média 5 habitantes por moradia, cada conjunto teria mais de 20 mil habitantes cada.
13 – São Benedito receberá o primeiro Terminal BRT da cidade, que deverá ser inaugurado em 2014.
14 – O Conjunto Cristina foi inaugurado em julho de 1981, mesmo antes de terminar as obras da primeira fase. A solenidade de inauguração contou com a presença, dentre outros, do governador estadual Francelino Pereira.
15 – As primeiras escolas do Conjunto Cristina foram improvisadas pela prefeitura municipal nos galpões de obras deixados pelas empreiteiras.
16 – Por muitos anos os moradores do distrito permaneceram votando em Belo Horizonte, cidade origem da maior parte dos habitantes.
Construção do Conjunto Palmital
17 – O nome real do Palmital é Conjunto Habitacional Maria Antonieta Mello Azevedo.
18 – Os tipos de moradias do Palmital foram direcionados a atender uma população com um perfil social inferior aos mutuários do conjunto Cristina.
19 – A setorização popular atual do bairro Palmital o divide em Palmital A, que engloba os setores 6 e 7, e Palmital B.
20 – O Setor 6 é formado por uma área parcelada no alto de um morro e o Setor 7 corresponde ao vale “escondido” por trás deste morro. Devido às características topográficas, que isolam essa região do restante do bairro, unidas ao estigma de pobreza e violência que se caracterizou naquela área, a parte baixa (Setor 7) é chamada popularmente de Caldeirão do Inferno e a parte alta (Setor 6) recebe a denominação de Tampa do Caldeirão.
21 – Devido as fortes chuvas no início dos anos 80, moradores de favelas de Belo Horizonte foram direcionados a moradias no Conjunto Palmital.
22 – Existem mais de 6 mil moradias em favelas ou vilas no distrito de São Benedito, se considerar a que em cada more 4 pessoas teriamos mais de 24 mil pessoas morando em áreas de favelas em São Benedito.
Avenida Brasília
23 – Apesar de estar no bairro Bicas, o Mega Space faz parte do Distrito de São Benedito, assim como a Serta e a Roca (Celite) também fazem parte.

24 – Os bairros Vale das Acácias e Gameleira também fazem parte de São Benedito, mesmo estando mais proxímas de Santa Luzia.

25 – Apesar de ter diversas áreas verdes reservadas, o distrito não possui nenhum parque ecológico.
26 – Dos 93.344 moradores de São Benedito em 1991, 68.016 eram migrantes, o que corresponde a 73% da população. São tidas como migrantes as pessoas que não nasceram no município, ou que nasceram no município, mas que mudaram de município e depois retornaram.
27 – Entre os migrantes, 47.352 moravam no município havia menos de 10 anos, o que revela que 51% do total de moradores de São Benedito em 1991 mudou-se (ou retornou) para o município na década de oitenta. Entre estes, 70% vieram de Belo Horizonte (33.118 pessoas) e cerca de 7% de demais municípios da RMBH (Contagem (1430 pessoas), Ribeirão das Neves (772 pessoas), Sabará (260 pessoas) e Vespasiano (210 pessoas)).
28 – O povoado de Ribeirão da Mata, na divisa com Vespasiano e Lagoa Santa, também faz parte de São Benedito.
29 – O bairro Monte Carlo não faz parte de São Benedito.
30 – Se considerar toda a área do distrito existem cerca de 3 mil pessoas por quilômetro quadrado. Se considerar apenas a area urbanizada são mais de 7000.
31 – Fortes chuvas em novembro de 1981 destruiram diversas ruas do Conjunto Cristina, inclusive com transbordamento do canal.
Conjunto Cristina após as fortes chuvas de 1981
32 – Diversas casas foram inundadas no Conjunto Cristina, deixando-as em situação precária. No bairro São Benedito onde também houve inundação uma e uma criança acabou morrendo.
33 – Há cerca de 1000 famílias morando na Vila das Antenas, invasão de uma faixa de terra sob domínio da Cemig por onde passam redes de alta tensão, no Bairro Palmital.
34 – Depois dos bairro São Benedito e São Cosme, novos bairros só foram aprovados 20 anos depois, bairro Londrina em 1975, Azteca em 1976, Baronesa em 1977, e Duquesa I e II, em 1981 e 1983.
35 – O distrito três loteamentos especiais, com grandes lotes, para instalação de chácaras e sítios: Chácaras Santa Inês, Chácaras Del Rey e Chácaras Gervásio Lara.
Avenida Brasilía
36 – Antes de se abrir os loteamentos no São Benedito, existiam diversas fazendas no local, sendo as principais Fazenda da Baronesa e Fazenda Lagoa Vermelha.
37 – O nome “Palmital” é anterior ao conjunto que recebeu Palmital de apelido, um mapa de 1936 diz que parte da região se chamava Serra do Palmital.
38 – O Córrego Poderoso se chamava Córrego Palmital.
39 – A Avenida Brasília hoje é um grande Shopping a céu aberto, com diversas lojas de rede nacional, além das que nasceram aqui.
Avenida Brasília, com seu comércio forte
40 – No bairro Baronesa as ruas recebem nomes de países como , Hungria, Austrália, Líbano, e as avenidas nomes de continentes como Oceânia, África.
41 – A maioria dos nomes das ruas dos bairros São Benedito e São Cosme são nomes indígenas.
42 – São Benedito é conurbado com Belo Horizonte, em algumas ruas é quase impossível saber em qual município você está!
43 – Os bairros mais novos do distrito são o Liberdade, já liberado, e o Pérola Negra, em fase de conclusão das obras.
44 – O principal curso d’água do distrito é o Ribeirão Baronesa, que acompanha parte da Avenida Brasília.
45 – Mesmo com o predominio do comércio no distrito, existem algumas atividades industriais nele, sendo as mais expressivas as fábricas do Café Três Corações e Colchões Orthocrin.
46 – Carinhosamente chamado de São Bené.
Serra da Piedade vista do São Benedito
47 – Foi implantado na Avenida Brasília o primeiro estacionamento rotativo da cidade.
48 – Fica a 10 quilômetros do centro de Santa Luzia, e fica a 18 quilômetros do centro de BH, que as vezes parece estar mais perto.
49 – Muitos moradores do distrito nunca foram na parte histórica de Santa Luzia.
50 – O portal CIDADE SANTA LUZIA também faz parte do distrito SÃO BENEDITO!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *