Tenista luziense Daniel Alves vence primeira partida nos jogos paralímpicos de Londres

Mauricio Pomme e Daniel Rodrigues seguem na competição, enquanto Natália Mayara, Rafael Medeiros e Carlos Santos dão adeus

De: GloboEsporte.com Esportes

Mauricio Pomme e Daniel Rodrigues são os dois representantes que restam
ao Brasil nas chaves de simples do torneio de tênis em cadeira de rodas
das Paralimpíadas de Londres. Neste sábado, os dois venceram suas
partidas, enquanto Natália Mayara, Rafael Medeiros e Carlos Santos, o
Jordan, foram eliminados.
Mauricio se classificou depois de derrotar o polonês Albin Batycki por 2
sets a 0, parciais de 6/4 e 6/2. Na próxima fase, ele terá a dura
missão de enfrentar o francês Stephane Houdet, cabeça de chave número 1
do torneio.

Daniel Rodrigues teve mais trabalho para se classificar. A partida
contra o colombiano Eliecer Barrios Oquendo só foi decidida no terceiro
set, e o brasileiro ganhou o confronto por 2 a 1 (7/6(6), 5/7 e 6/4).
Seu próximo adversário será o britânico Gordon Reid, cabeça de chave
número 9.

Enfrentando o cabeça de chave número 2 da competição, o japonês Shingo
Kunieda, Rafael Gomes foi presa fácil. Em apenas 41 minutos, o tenista
asiático decidiu a partida, vencendo por duplo 6/0. Carlos Santos,
conhecido como Jordan, foi eliminado pelo belga Joachim Gerard, cabeça
de chave número 11, depois de perder por 6/3 e 6/2.

Participação histórica

Com apenas 18 anos, a pernambucana Natália Mayara fez história ao ser a
primeira mulher a representar o Brasil na modalidade em Paralimpíadas,
mas foi eliminada rapidamente. Contra a holandesa Jiske Griffioen,
cabeça de chave número 3, a brasileira perdeu por 6/2 e 6/0 em 42
minutos.